Início / Entretenimento / Decoração / A conquista de uma varanda com jardim vertical e árvores frutíferas

A conquista de uma varanda com jardim vertical e árvores frutíferas

Por Sheilla Moraes – Designer de Interiores

Você pode, em uma área de 1,50m de largura, conseguir criar um verdadeiro jardim com direito a deque, fonte de água, arvores frutíferas, horta, orquídeas e jardim vertical. Hoje as varandas e jardins se tornaram quase que um ambiente indispensável para muitas pessoas. Algumas regras são indispensáveis na hora de montar seu cantinho verde.

O primeiro passo é delimitar os espaços para criar o jardim. Para isso, marque no chão com um giz um espaço para o deque de madeira, o deque pode ser comprado pronto em várias home centers. E deixe um espaço de piso livre, que será o espaço de passagem. As laterais devem ficar livres, e pode forrar com seixos ou pedriscos, que absorvem melhor a água, e vão servir de base para os muitos vasos que vão ficar por ali. No deque pode ser colocado um banco de madeira com almofadas de folhagens e um vaso com fonte de água chinesa, transformando esse cantinho ótimo para leitura ou relaxar ao final do dia.

A posição da varanda em relação ao sol e ao vento tem muita influência na hora de escolher as espécies. As plantas frutíferas e as hortaliças precisam de sol. E se não tiver muito sol, existem as espécies de plantas de meia sombra, como rafis, lanças, bromélias, palmeira wedeliana e muitas outras. Já algumas plantas não se desenvolvem bem em lugares com muito vento, é o caso das samambaias, avencas e algumas que são mais delicadinhas.

Em uma das paredes colocar o painel ripado, que também pode ser comprado pronto em uma home center. Montar um jardim vertical com vasos meia-lua que pode ser com azaleias e orquídeas.

Já nos vasos podemos usar as plantas frutíferas, como jabuticabeira híbrida, pés de acerola, laranjinha kinkan, mini romãs, morangos, etc. Montar a horta com orégano, manjericão, tomilho, alecrim, pimentinhas e outras. E caso não tenha o sol pleno, podemos colocar as flores como impatiens, lírio da paz, violetas, kalanchoes e etc.

Precisa ter uma preocupação estética e funcional, o que gera praticidade, direcionando a escolha das espécies de plantas, dos arranjos e dos vasos a serem adotados. Tudo, também, vai depender do tamanho em que as plantas vão ser colocadas, o ideal é misturar os tamanhos e as cores dos vasos. Ficar sempre atento a qual espécie se adapta melhor a realidade do espaço e dos moradores.

O cuidado dessas plantas não requer muito esforço, basta regá-las e fazer uma manutenção com adubação, podas e limpeza.

O ponto de partida para qualquer conquista é o desejo, e se o seu desejo é ter um cantinho verde, conquiste-o!

 

Veja Também

Como aquecer a nossa casa nos dias frios

Por Sheilla Moraes -Designer de Interiores   As temperaturas baixaram, principalmente à noite, e aqui …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *