Início / Notícias / Cidade / Como escolher o piso ideal para cada ambiente

Como escolher o piso ideal para cada ambiente

Por Sheilla Moraes – Designer de Interiores

Também deve ser avaliado o efeito e a sensação que você gostaria de ter no chão

 

Para quem está pensando em reformar ou construir uma dúvida muito comum, é sobre como escolher o piso ideal para cada ambiente. Nesse momento vários itens devem ser levados em consideração para garantir um ambiente bonito, prático e funcional. E é preciso avaliar detalhes mais técnicos também, como a instalação, a manutenção e a durabilidade, sem deixar de lado o estilo do morador.

Nos banheiros de preferência aos pisos que não escorregam. Por ser um ambiente úmido, é importante que o piso escolhido seja antiderrapante para evitar tombos. Uma sugestão é o porcelanato acetinado. E não existe uma cor mais indicada para o piso do banheiro que a outra. Tudo depende do tamanho e o que se espera desse ambiente. Se for para dar a sensação de amplitude, vale investir em cores mais claras. Caso queira dar mais personalidade vale investir nas cores mais fortes assim também criar uma atmosfera de aconchego.

Para o piso da cozinha, o ideal é que não escorregue, para evitar acidentes e que ele também não seja tão “áspero” para que a gordura do fogão não grude. As Cores e estampas também variam conforme a disposição do ambiente. Se for uma cozinha integrada a sala, deve se pensar no piso desses dois espaços em conjunto. Para as cozinhas mais fechadas e menores, as cores claras são mais indicadas.

Nas salas e nos quartos, os pisos devem ser escolhidos de acordo com o uso e o que se deseja. Se a sala for ser bastante utilizada, vale a pena investir em um piso de fácil manutenção, como porcelanato polido. Também deve ser avaliado o efeito e a sensação que você gostaria de ter no chão. Se você quiser um espaço mais aconchegante, vale a pena optar por pisos mais quentes como a madeira ou os laminados de madeira. Sempre separe os pisos de acordo com as portas, usando uma soleira de granito. Se a sala dá para um corredor e, entre esses dois espaços, não há uma separação física (como uma porta), mantenha o mesmo piso. Caso haja uma porta entre os dois pisos, pode-se escolher dois modelos diferentes para cada um dos lugares.

Já para os pisos da área externa, depende das características do espaço (se é aberta ou fechada e se é coberta ou não). Se o espaço for coberto, mas aberto, vale a pena investir em um piso antiderrapante para evitar tombos em dias chuvosos, se for descoberto, sempre deve-se optar pelo antiderrapante, podendo até ser os pisos de pedra. Caso a área seja coberta e fechada, pode ser um porcelanato polido ou acetinado, mas precisa ser de fácil manutenção.

O rejunte ocupa um pequeno espaço entre as peças, mas servem para sustentar a união entre elas, evitando trincas ou quebras, acúmulo de sujeira e infiltrações, no caso de áreas molhadas. O rejunte deve aparecer o mínimo possível. Por isso, o ideal é escolher com o piso por perto para pegar a cor mais próxima.

Mais algumas dicas importantes: Sempre consulte um profissional para fazer o cálculo de quantidade. Nunca se esqueça de comprar peças extras para imprevistos. Confira os produtos no ato da entrega para evitar peças defeituosas, quebradas ou de tom diferente. Encomende sempre o material com antecedência e programe a entrega dos materiais de acordo com o andamento da obra. A base na qual o revestimento será assentado deve obedecer aos padrões exigidos pelo fabricante das peças. E somente comece a obra quando o material básico estiver comprado, recebido e checado.

 

Veja Também

PAT divulga novas vagas em Matão 24/09

          PAT/SERT     Regional: ARARAQUARA   Município: PAT MATÃO Vagas Disponíveis: Por …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *