Início / Notícias / Cidade / Esquetini assina ordem de serviço para obra na ponte do Turvo

Esquetini assina ordem de serviço para obra na ponte do Turvo

Obra de reconstrução da cabeceira da ponte deverá ser iniciada nos próximos dias. Prazo para finalização é de no máximo 45 dias, se não chover nesse período

Na tarde desta segunda-feira (8), na sala de reuniões do gabinete da Prefeitura de Matão, o prefeito, Edinardo Esquetini, assinou a ordem de serviço para a obra de reconstrução da cabeceira da ponte do distrito de São Lourenço do Turvo. A obra será realizada com verba federal de aproximadamente R$ 862 mil, sendo que parte desse valor será destinada para a obra na ponte do Jardim São José. Porém, nesta primeira fase serão feitos apenas os serviços na ponte do distrito.

Estiveram presentes na ocasião o vice-prefeito, Moacir Matturro; o empresário Guilherme Guerra, o secretário de Obras, Carlos Hasselar; o secretário de Meio Ambiente, Marcos Nascimento; o secretário de Desenvolvimento Econômico, Hudson Martins; o secretário de Assistência e Desenvolvimento Social, Carlos Rondanin; o secretário de Esportes, Sebastião Trigo; estiveram presentes também os vereadores Nau, Agnaldo Navarro, China Calabres, Luis Mansini, além do presidente do Sindicato dos Servidores Públicos, Sebastião de Freitas; e o sub-prefeito de São Lourenço do Turvo, Matheus Iessenco.

Na segunda (8), a ordem de serviço era para iniciar a obra no dia seguinte (9), porém não foi possível por causa da chuva que aumentou o nível do rio no local. “Houve esse atraso por conta da chuva, mas vamos iniciar o trabalho no local e em 45 dias, se não houver chuva, é para estarmos com a obra concluída”, relata Guilherme Guerra, proprietário da Guerra Construção & Infraestrutura Urbana.

O desvio que a população está utilizando até o momento para ter acesso ao distrito possui 7 quilômetros e por causa das indústrias e plantações, o local fica cheio de caminhões. No caminho também há duas pontes em que só passa um veículo por vez. É preciso ter cuidado. “Nós poderíamos até maquiar a ponte de São Lourenço do Turvo, porém o estado que a ponte estava por baixo trazia um risco muito grande para a população que trafegava no local. Com chuvas muito fortes no decorrer deste ano, ficou cada vez mais perigosa. Era muito perigoso haver um desabamento a qualquer momento se tivéssemos deixado como estava”, ressalta o prefeito.

  • Jéssica Karoline

Veja Também

Corpo de Bombeiros de Matão tem novo comandante

1º tenente PM Cássio Koitsi H. da Luz está à frente da corporação há dois …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *