Matão é pré-certificada no Programa Município VerdeAzul – jcmatao.com.br
Início / Notícias / Cidade / Matão é pré-certificada no Programa Município VerdeAzul

Matão é pré-certificada no Programa Município VerdeAzul

Cidade atingiu pontuação necessária no cumprimento parcial de 10 diretivas

 

No início do mês de julho, a Secretaria de Meio Ambiente, Saneamento e Recursos Hídricos recebeu a notícia de que Matão foi pré-certificada na primeira etapa do Programa Município Verde/Azul (PMVA), promovido pelo Governo do Estado de São Paulo, no ciclo 2018. Demonstrando todas as ações e preocupações com as questões ambientais, além do desenvolvimento sustentável da cidade, Matão conseguiu atingir a pontuação necessária no cumprimento parcial das 10 diretivas e suas subdiretivas, estabelecidas pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente.

O secretário da pasta, Marcos Nascimento (Markinho), explica que recebeu a notícia com muita alegria, mas sem surpresas, pois tem incentivado a equipe para que todos se empenhassem, a fim de melhorar os índices ambientais da cidade, ao longo dos últimos 18 meses. “Em janeiro de 2017, Matão ocupava a 418ª posição no ranking que contém os 645 municípios do Estado de São Paulo. Ainda no final do mesmo ano, após muito trabalho, a cidade passou a ocupar a posição 172, representando um grande avanço, porém ainda insuficiente para que pudesse ser certificada, uma vez que a nota final de Matão foi 58,2 e a nota mínima para certificação era 80”, relata.

Segundo o secretário, o programa sofreu alterações neste ano, passando a contar com duas etapas e não mais três. O município cumpriu a primeira etapa em maio deste ano, quando foram entregues todos os documentos com as ações realizadas até então pela Secretaria de Meio Ambiente, sendo necessários 40 pontos para se pré-certificar.

“Graças ao trabalho e dedicação de toda equipe da própria Secretaria de Meio Ambiente, Saneamento e Recursos Hídricos e também com o apoio fundamental das Secretarias de Educação e Cultura, de Serviços Municipais, de Obras e de Desenvolvimento Econômico, conseguimos a pontuação de 53,25, bem acima do mínimo exigido, o que nos dá a certeza de que na próxima e definitiva entrega de documentos exigidos, que ocorrerá em outubro, conseguiremos no mínimo mais 26,75 pontos, necessários para a certificação com 80 pontos”, explica o diretor de Resíduos, Marcelo Favaro Orvietti, que também acumula a função de interlocutor do PMVA.

O programa conta com 10 diretivas que devem ser cumpridas pelos municípios, sendo elas: município sustentável; educação ambiental; esgoto tratado; biodiversidade; arborização urbana; resíduos sólidos; qualidade do ar; estrutura ambiental; Conselho Municipal de Meio Ambiente; e gestão das águas. A nota média de Matão em cada diretiva foi de 5,325.

Markinho Nascimento afirma que a certificação do município neste programa é um dos principais objetivos da atual administração. “Um dos principais compromissos da secretaria assumido com o prefeito Edinardo Esquetini foi o de trabalhar para que Matão conseguisse a certificação no PMVA até o final do mandato. Até o momento, já demos um grande salto e as perspectivas de certificação já em 2018 são muito boas, uma vez que temos vários projetos em andamento que, possivelmente, garantirão as notas necessárias para a segunda etapa”, ressalta.

Programa Município VerdeAzul
Lançado em 2007 pelo Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente, o “Programa Município VerdeAzul” (PMVA) tem o propósito de medir e apoiar a eficiência da gestão ambiental com a descentralização e valorização da agenda ambiental nos municípios. Assim, o principal objetivo do PMVA é estimular e auxiliar as prefeituras paulistas na elaboração e execução de suas políticas públicas estratégicas para o desenvolvimento sustentável do estado de São Paulo. A participação de cada um dos municípios paulistas ocorre com a indicação de um interlocutor e um suplente, por meio de ofício encaminhado à Secretaria de Estado do Meio Ambiente. Além disso, a participação do município no PMVA é um dos critérios de avaliação para a preferência na liberação de recursos do Fundo Estadual de Controle da Poluição – FECOP.

 

  • | Assessoria de Imprensa

Veja Também

Conselho Municipal de Meio Ambiente visita a CMS

Membros foram recepcionados pela gerente administrativa, que expôs como é feito o tratamento de todo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *