Início / Notícias / Níveis altos de açúcar no sangue estão ligados a perda da memória

Níveis altos de açúcar no sangue estão ligados a perda da memória

O aumento dos níveis de açúcar no sangue estaria associado ao declínio cognitivo, quando há perda de memória, falta de atenção e dificuldades relacionadas ao raciocínio lógico. Essa foi a conclusão de um estudo a longo prazo, que avaliou a função cognitiva de aproximadamente 5 mil pessoas, com idade média de 66 anos, após testarem o nível de açúcar no sangue desses indivíduos.

Os pesquisadores usaram o HbA1c, um teste que mede com precisão os níveis de glicose durante um m período de semanas ou meses. Ele é diferente do teste de sangue no dedo, por exemplo, que dá uma leitura apenas em um dado momento. O estudo, publicado no jornal Diabetologia, seguiu esse grupo por até 10 anos, rastreando os níveis de glicose no sangue e testando periodicamente a habilidade cognitiva

No início não houve associação entre os níveis de açúcar no sangue e a cognição, porém, consistentemente ao longo do tempo, as pontuações nos testes de memória e função executiva diminuíram à medida que os níveis de HbA1c aumentaram, mesmo em pessoas sem diabetes

A pesquisa controlou muitas outras variáveis, entre elas idade, sexo, colesterol, educação, estado civil, histórico de depressão, tabagismo, consumo de álcool, hipertensão e doenças cardiovasculares.

Por ter sido um estudo observacional que não provou causa e efeito, o autor principal, Wuxiang Xie, pesquisador do Centro de Ciências da Saúde da Universidade de Pequim (China), explicou ao The New York Times que o mecanismo subjacente ainda é desconhecido. Ainda assim, ressaltou que “as complicações microvasculares relacionadas ao diabetes podem ser, pelo menos em parte, o motivo do subsequente declínio cognitivo.” No entanto, estudos futuros são necessários para revelar melhor os mecanismos de forma precisa

Veja Também

Matão participa do 9º Fórum Regional de Turismo

Primeira reunião aconteceu em Gavião Peixoto com cinco municípios da região; próxima reunião será em …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *