Início / Entretenimento / Decoração / O uso do gesso como reboco

O uso do gesso como reboco

Por Sheilla Moraes – Designer de Interiores

Gesso ou reboco comum, o que é melhor para paredes? As alternativas de materiais e os métodos usados hoje na construção civil são os mais diversos possíveis, para quem está construindo ou pretende construir, chega a ser complicado escolher entre um e outro material, ou entre um e outro processo que será usado na construção. O acabamento de uma parede é um bom exemplo, e hoje contamos com pelo menos duas alternativas bastante usadas, o reboco comum com massa de cimento ou o gesso que tem sido bastante usado na substituição do reboco. O reboco de gesso envolve vários tabus, assim como outros trabalhos de gesso que levaram anos para cair no gosto do povo brasileiro, e hoje já são muito usados nas obras.

O reboco é o material mais tradicional e ideal para áreas externas ou espaços úmidos. Este método tem como vantagem ser mais resistente a água, pois, a própria mistura de água, cimento e areia é capaz de formar uma superfície impermeabilizante, que melhora a proteção contra infiltrações e otimiza a acústica do ambiente. Como se não bastasse, o reboco traz uma temperatura mais amena para a área interna, em relação à parte externa da casa. Mas pode haver trincas, especialmente em construções novas onde ocorre um período em que a parede “vai se ajustando”, e embora seja resistente a água, pode haver infiltração quando há excesso de chuva ou umidade constante. E em termos estéticos, vale ressaltar que ele não fica tão bonito como o gesso, e precisa de massa corrida para dar o acabamento final o que acarreta em mais um custo. O reboco permite vários tipos de acabamento, como massa corrida, pintura direta, papel de parede, grafiato, pedra, entre outros e pode ser furado para colocação de armários, quadros e outros tipos de objetos.

Já o uso do gesso em substituição ao reboco tradicional, é uma alternativa bastante indicada para muitos casos, e ele apresenta algumas vantagens como rapidez na aplicação, economia de tempo e possivelmente de custo, bom acabamento da parede, formando uma superfície lisa, uniforme e livre de irregularidades. E aceita qualquer tipo de acabamento e também pode ser furado para colocação de quadros e armários. Mas o uso do gesso requer cuidados, pois é um material extremamente sensível a água e, portanto, seu uso deve ser feito em locais secos e bem protegidos contra umidade, chuva e outras formas de contato com água. Basicamente ele apresenta como desvantagens os seguintes itens: Não pode ser usado em paredes externas ou pelo menos não se elas estiverem expostas a chuva, não pode ser usado em paredes que possa receber umidade e não pode ser lavada. E para um acabamento perfeito a parede deve estar aprumada e dentro do esquadro.

Em outros países, como nos Estados Unidos e Canadá, o uso de gesso como reboco é bastante comum, e pode ser usado na maioria dos casos. Contudo o uso de um ou de outro acabamento na parede depende de muitos outros fatores que devemos levar em consideração no projeto. E também é preciso deixarmos um pouco o preconceito de lado!

 

 

Veja Também

Como escolher o rodapé ideal

Por Sheilla Moraes – Designer de Interiores   O rodapé deixou de ser um mero …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *