Início / Notícias / Geral / Vendas de Natal crescem 4,7% na primeira quinzena de dezembro

Vendas de Natal crescem 4,7% na primeira quinzena de dezembro

As vendas no comércio varejistas paulistano cresceram 4,7% na primeira quinzena de dezembro na comparação com igual período do ano passado, mostra levantamento da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). Em relação às compras a prazo, o aumento chegou a 6,5%. O volume dos pagamentos à vista, por sua vez, cresceram 2,8%. O maior movimento no comércio, no entanto, recupera apenas uma parte das perdas registradas nos primeiros 15 dias de dezembro de 2016, quando o varejo caiu 7,2%.

Para a entidade, o aumento mais expressivo das vendas a prazo revela que este Natal “não será dos presentinhos”, mas dos bens duráveis. O aumento das comercializações decorre, segundo a associação, da “melhora na massa salarial, queda nos juros e alongamento das prestações”. As vendas a vista, por outro lado, refletem também a baixa da inflação, especialmente nos alimentos, que permitiu sobra no orçamento para outras aquisições.

No acumulado do ano, as vendas no comércio paulistano cresceram, em média, 0,7%. A estimativa da Associação Comercial é que o varejo encerre o ano com crescimento de 1%. Em relação ao histórico das primeiras quinzenas do ano, o movimento no setor começou a apresentar variações positivas a partir de abril. O melhor resultado (7,9%) foi registrado em julho, seguido por novembro, com 5%.

A associação destaca ainda a mudança de sazonalidade de dezembro por causa da Black Friday. As vendas nos primeiros 15 dias de dezembro cresceram 28,2%, na média, na comparação com novembro. Historicamente, as vendas no último mês do ano crescem bastante sobre novembro, mas a diferença tem diminuído nos últimos anos. “Se, neste ano, a média do crescimento foi de 28,2%, em 2016 foi de 28,6%; em 2015, de 41,3%; e em 2014, de 46,6%”, apontou a divulgação da ACSP.

Veja Também

Vestibular da Univesp acontece neste domingo

Candidatos podem acessar o local da prova pelo site da Vunesp   A Univesp (Universidade …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *